sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Assistência Espiritual de Animais: Cuidado com as palestras

Alma dos Animais


Cuidado com as palestras



Depois de muito estudar sobre a espiritualidade dos animais, ler, fazer em si mesmo a transformação de carnivorismo para vegetarianismo, é preciso que o grupo empenhado nesse trabalho realize palestras de cunho informativo para os tutores que ali vierem em busca de auxilio.

Em muitas Casas pelas quais passamos sempre perguntamos aos dirigentes destes trabalhos:


"Você tem certeza do que está fazendo"


Poucos foram os que disseram "Não", no entanto não notávamos, com raras exceções, grandes mudanças nem nos trabalhadores nem tampouco nos tutores -no que se refira a mudança de hábitos em relação aos Animais.


Vamos explicar melhor:

A Doutrina nos fala sempre da reforma intima que deve ser realizada diariamente, mas para  mudar necessitamos ter o conhecimento do que mudar. Crescemos num mundo rodeado de vícios que herdamos de nossos antepassados. E é exatamente o conhecimento de muitos malefícios desses vícios herdados que nos faz abandoná-los, nos reformando intimamente.O Fumo e o álcool por exemplo, já são vícios limitados nos seres humanos que buscam se reformar, nesse novo trabalho surge um vicio que faz muito mais mal ao nosso próximo - a quem devemos amar- do que até a nós mesmos e que sim, precisamos nos desvencilhar dele:

O Vício da Carne.

Mas como fazer as pessoas largarem esse vício se não forem informadas? 

Não há como, é o conhecimento das coisas que nos faz mudar e compreender o mundo.

"Há mas o trabalho de assistência espiritual é somente para animais de pequeno porte, cães, gatos , coelhos..".

Dica: feche o trabalho , porque na verdade todos os animais possuem alma, não apenas os "Pets".

O que ocorre  no inicio de um Trabalho Espiritual de Assistência aos Animais?

Os espiritas querem tratar tutores e animais das possíveis doenças/problemas que eles apresentam.Para isso há o passe, a água irradiada e as palestras onde a maior parte do tratamento realmente ocorre.Lembrando também que na maioria das vezes o problema está no tutor e não no animal.

o
Porém, e sempre dizemos isso "É muito fácil ser bom dentro de uma Casa Espirita, o difícil é ser um bom espirita/cristão fora do Centro".

E é fora das Casas Espiritas onde vivem tutores e tutelados, enfrentando a dor do abandono, o cutelo e tantas outras agruras pelos quais passam os animais. Normalmente em algumas Casas os animais também só serão respeitados nos dias de trabalho, nos outros, tal qual como nas ruas, ele ficará esquecido até que o dia marcado para o encontro deles na casa ocorra. Já tratamos desse assunto em diversos outros artigos espalhados pelo Blog.

Mas e sobre o tema do artigo Palestras?

Exatamente, elas são o portal para o conhecimento de tutores e , por mais incrível que pareça, para os trabalhadores.

Por que é tão incrível? Porque a ideia de alguns espiritas é que todos que recorrem a esse trabalho estão lá para buscar ajuda, quando muitas vezes podem conhecer até mais que os que ali estão para auxiliar.

Espiritualidade dos animais

Não se deve nunca colocar para fazer palestras:


  • Trabalhadores que comem carne
  • Negociantes de animais
  • Trabalhadores que usam cães para trabalho
  • Trabalhadores que "leem" sobre o tema do dia ao invés de estudar  o assunto , ou seja, trabalhadores que não dominam o tema "Animais.
Vejam que o Tema do trabalho são os Animais e que dentro desse tema subdividem-se categorias que devem ser estudadas e observadas como por exemplo a senciência animal, e sabemos que grande parte dos espiritas dentro de uma Casa trata esse assunto com desdém.

O que assisti visitando Casas foi um certo despreparo dos palestrantes em torno do tema e ouvi absurdos por puro desconhecimento do trabalhador que dava a palestra à pessoas que com certeza, acreditavam no que ele dizia.

o
Coisas do tipo:
  • Numa palestra sobre vegetarianismo o palestrante dizer que "Peixes estão liberados para serem  comidos" ; questionado sobre quem havia "liberado os peixes" o que ouvimos foi um simples " Os espíritos maiores", questionado novamente sobre quem seriam esses tais "Espíritos Maiores", o palestrante reafirmou "Espíritos maiores que trabalham para Deus". Isso nos mostra um total desconhecimento sobre Ciência, já que sabemos que os peixes possuem a mesma sensibilidade à dor que os mamíferos.Vide : Peixes, uma sensibilidade fora do alcance do pescador.
  • Noutra palestra ouvimos um palestrante dizer que a Índia é o melhor lugar do mundo para os animais viverem , pois ali não se come carne. Questionado a falar sobre hinduismo e as demais religiões da Índia ou passar o local onde ele havia buscado tal informação, ficou claro o desconhecimento sobre a ideia de Vaca Sagrada na Índia, a venda de couro de boi e a exportação de carne  realizada  por eles.Vide filme Terráqueos, disponibilizado na Internet ou no link Vaca Sagrada
  • certa vez ouvimos outro palestrante narrar sobre a "consciência animal", o que deixou a todos empolgados, finamente um estudioso do assunto, mas a empolgação durou poucos momentos quando foram colocadas no telão a foto de um tubarão e de um homem que tocava seu "focinho", ao passo que era narrada uma situação fictícia onde o homem havia salvo o tubarão das redes e que este agora, em agradecimento, seguia o pescador. Puro Fake de internet, no qual não havia nem tubarão agradecido nem tampouco pescador, o que mostrava nas fotos era um estudo sobre os motivos de se conseguir tocar o "focinho de um tubarão" e ver que isso o deixava de certa forma, paralisado, uma revista francesa pegou o fato e fez o tal Fake, só os desavisados acreditaram. Vide mais em Amor de Tubarão
  • Outra palestra que nos deixou bem intrigados versava sobre o fato das leoas matarem seus filhotes para elas - sim elas - poderem sobreviver. O que ocorre, normalmente nas savanas é que os leões machos matam os filhotes de outras leoas para poderem acasalar. Não é fato que as leoas matem seus filhotes já que são mães tão dedicadas a sua proteção, saindo muitas vezes feridas de embates com grandes machos para proteger os filhotes. O detalhe que nos chamou a atenção é que, uma semana antes havia passado um documentário na TV aberta sobre o fato dos machos matarem filhotes de outros machos para acasalarem, o que parece ter sido mal compreendido pelo palestrante, por isso o estudo e não a mera coleta de informações na tv ou internet.
  • Outro fato muito perturbador para quem lida com esse tema há muitos anos. Um palestrante totalmente despreparado alertar a todos os tutores ali presentes para que não castrassem seus animais. Os motivos? Um porque as pessoas que desejassem comprar determinadas raças não teriam acesso. Outro porque isso exterminaria todos os animais da face da Terra. Nem precisamos comentar muito sobre o assunto, porém a castração evita que mais animais sejam abandonados e morram de fome, frio, atropelados  ou nas mãos de adolescentes sociopatas. Questionado sobre isso o palestrante resumiu-se a dizer: "É minha opinião".
  • Os cães ouvem muito melhor do que os seres humanos, são muito mais sensíveis ao som, agora imagine você amigo internauta com seu cão, uma sala cheia de pessoas como você e seus cães em uma palestra cantada num som tão alto que nós humanos ficamos incomodados? Pois é, já presenciei isso também.
  • Certa feita o palestrante , numa palestra de Evangelização, mas dentro do trabalho de assistência aos animais, leu inúmeros trechos sobre caridade, amor, perdão, reforma íntima, alegou que muito seria cobrado daquele que muito sabia, e que os animais possuíam alma e que deveriam ser tratados com amor e misericórdia, e no final concluiu brilhantemente dizendo " Eu ainda como carne e não penso em parar"...
Ouvimos muito mais coisas absurdas no que tange ao conhecimento sobre animais, até mesmo palestrantes que afirmaram que  a alma dos animais retorna a alma grupo - se funde foi o termo utilizado- colocamos aqui apenas uma pequena coletânea do que ouvimos para mostrar que ali age somente o despreparo sobre o assunto. Fazer uma palestra sobre animais não é tão simples como se pensa, é preciso estar preparado para os questionamentos que virão dos tutores, todos ávidos por saber mais.É simples responder a questão: Os animais tem alma? Mas é simples responder como a alma de alguns  animais , muitas vezes chega ao plano espiritual? Não, principalmente quando formos nós que lhes tiramos a vida.

A maioria das Casas opta pelo simples: Palestras de Evangelização. Simples, fáceis de fazer e que podem ser ouvidas em qualquer outro dia da semana ou em qualquer outro Centro Espirita. 

Todos os animais tem alma

Porém, é preciso ver a necessidade dos animais no sentido de  que seus tutores comecem a aprender não apenas sobre a reforma íntima dele em relação ao próximo humano dele, ou sobre o amor que ele deve dar também ao próximo humano dele;  também não somente sobre a senciência do "Meu cão/gato"  ou a  "Alma do meu Cão/gato" ou "a reencarnação do Meu Cão/gato", mas a espiritualidade e a senciência de todos os animais, inclusive a dos animais que ele come.

Temos que pensar de modo mais expandido:

As pessoas que procuram por esse trabalho querem o quê?

A cura para seu animal que está doente.

Chegando na Casa, o que eles, os tutores, em sua maioria questionam?

Os animais tem alma? - essa é a questão mais respondida de todas.

Então se ele vai a busca de um trabalho como este e vai cheio de dúvidas, o que ele deseja ouvir do palestrante?

O Evangelho de Jesus - pelo qual não temos nada contra, só que levamos em consideração que infelizmente ele não faz as pessoas abdicarem da carne.

ou

Palestras que versem sobre a espiritualidade dos animais dentro dos temas Ciência, Filosofia e Religião e não, não é impossível falar utilizando-se esses três pilares sem sair da palestra de Evangelização a qual algumas Casas/Mentores se apegam, talvez até mesmo porque reconheçam o despreparo de alguns trabalhadores.

Não adianta fazermos o Evangelho seis vezes seguidas se não conseguirmos modificar uma gota em nós . O mesmo não serve se não conseguimos transmitir sequer um novo conhecimento sobre respeito e amor aos animais aos tutores que buscam auxilio.

É através das palestras que chegamos aos animais invisíveis, aqueles que bem poucos conseguem sentir, enxergar e sofrer por eles. Ao falar sobre o tutor sobre vegetarianismo você consegue fazê-lo enxergar o boi/frango/suíno/peixe que vai ser abatido.  É falando sobre a senciência animal que você fará aquele tutor ali sentado pensar se deve ou não continuar pescando.É através da ética/moral que você conseguirá fazê-lo enxergar que não existe apenas o "meu cão", mas que muitos outros necessitam de auxilio; a Assistência a esses animais não deve se restringir as doenças de nossos Pets, mas se expandir entre todos os seres vivos.

Essa sim seria a verdadeira "Assistência Espiritual aos Animais", abrangendo não somente aqueles privilegiados que podem ir a uma Casa Espirita, mas aqueles seres esquecidos em vagões de carga, caminhões, navios, aqueles na fila do abate ou presos em jaulas minusculas a quem somente os espíritos que trabalham no plano espiritual , conhecem como amigos.Se a Assistência se restringir as quatro paredes de uma Casa Espirita, bem pouco ela realmente fará para o bem de todos os animais.





Simone Nardi


Parte 1


  Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 





©Copyright Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2016
 Todos os direitos reservados 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2016




o

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente; Sugira; Critique; Trabalhamos a cada dia para melhorar o Blog Irmãos Animais - Consciência Humana