sexta-feira, 20 de julho de 2018

VEGANISMO SEM RELIGIÃO







Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 










Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2018
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2018


quarta-feira, 18 de julho de 2018

O QUE VOCÊ CONSTRÓI- QUADRIBOOKS


QUADRIBOOOKS


O que construímos ao longo de nossas vidas? O bem ou o mal? Auxiliamos ou atrapalhamos as pessoas que caminham ao nosso redor? Qual nossa verdadeira intenção ao caminhar neste planeta? Amar ou ser amado? Será que ao lutar por um ideal de modo a segregar ideias e corações estaremos mesmo semeando o bem?

De alguns anos para cá, alguns Vegs estão entrando na onda da SEGREGAÇÃO. 

Sim, é verdade, muitos destes Vegs que se dizem descolados, pensadores formados, insistem em dizer que um Veg não pode ter qualquer relação emocional com um não Veg.

Eles se recusam a acreditar que isso não seja apenas mais um tipo de “racismo”, que desta vez não envolve a cor da pele, a religião, o Páis de origem, mas envolve a Alimentação.

O Quadribooks “O que você constrói” vem exatamente para barrar esse pensamento “necrosante” e separatista que alguns Vegs estão querendo impor a força.

Baixe Grátis, clicando no link do Quadribooks












É preciso rever sim os conceitos; é preciso distribuir conhecimento e para isso são necessárias Pontes e não Muros.

E você?

O que você constrói?



Simone Nardi-IACH





Gostou deste artigo?

Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 




©Copyright Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2013 
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2018

segunda-feira, 16 de julho de 2018

NÃO EXISTEM ANIMAIS NA ERRATICIDADE.








Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 



Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2018
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2018

quarta-feira, 11 de julho de 2018

SOFRIMENTO ANIMAL E EVOLUÇÃO - Parte 2

Não Somos Santos



Se fosse muita gente estaria livre das próximas reencarnações e creia, você assim como eu e muitos outros, ainda devemos muito.

Mas, aquele animal abandonado, que você recolheu depois que muitos outros lhes viraram as costas ou apenas tiraram uma foto e postaram nas redes sociais para se sentirem melhor, ele não veio para você por acaso. Já havia uma ligação antiga, um laço de resgate Seu para com ele. O sofrimento dele hoje, desperta uma ira em você não apenas pelo que o outro ser humano fez, mas porque em seu perispírito você traz a marca de uma ação muito parecida.(2)

Do crime de abandono que você perpetrou em encarnações passadas, dos assassinatos em dias festivos, da caça, do aprisionamento e de tantas outras ações que hoje você condena, mas que no passado lhe parecia bem natural.

Mas, hoje você é bom, porém as Leis Divinas – Ação e Reação- estão aí exatamente para que você persevere no bem e não retorne ao mal, e você só se tornou bom porque as leis se fizeram presentes em suas outras vidas.

O abandono que você gerou naquele animal, marcou tanto o seu perispírito quanto o dele e, como esclarecido no livro “Porque os animais sofrem”, um perispírito marcado só pode ser depurado em nova reencarnação. Então este animal, no qual você atuou de forma maléfica, hoje retorna aos seus braços, ao seu lar para ter o perispírito depurado e seguir seu caminho evolutivo.





Ah, mas eu já tive mais de 30 animais, fiz mal a todos eles então?

Temos aqui dois grandes fatos:

O de resgate onde sim, você realmente fez mal há muito mais do que a apenas 30 animais -porque não existimos há apenas uma encarnação- portanto há muitos períspiritos que necessitam se depurar nas mãos daqueles que outrora foram seus algozes.(3)

E o de auxílio. Quando você compreende o motivo de tanto sofrimento e abre seu coração para receber esses animais que trazem os períspiritos marcados pela dor e pelo sofrimento, e mesmo não sabendo conscientemente o que vai acontecer, seu espírito sabe que ele precisa se depurar e que seu lar se tornou esse Centro de Auxilio frente ao sofrimento animal.

Esse seu Despertar, porém, não lhe redime de todo mal que causou aos animais que necessitam depurar seus períspiritos para prosseguirem em sua caminhada evolutiva.

Quantos animais já não tivemos que morreram de velhice? Que vieram para nosso lar não para depurar seus períspiritos, mas apenas para aprenderem a amar, a conviver com outros animais, a conhecer a bondade de um ser humano. Se somos brindados por estes, é porque já lhes resgatamos em vidas anteriores o que lhes devíamos.

Os animais sofrem hoje e, infelizmente, ainda sofrerão muito nas mãos humanas.

Esse que abandona hoje será o mesmo que amanhã vai ficar questionando o motivo pelo qual os animais sofrem, e atrás dele muitos outros virão, pois a evolução nos parece sempre lenta e muitos se recusam a continuar sua caminhada evolutiva, perseverando nos mesmos erros do passado.



Mesmo nesta encarnação, nós já erramos e com certeza não nascendo vegetarianos, geramos marcas profundas tanto em nossos períspiritos, quanto nos períspiritos dos trabalhadores que mataram os animais que comemos e geramos também marcas ainda mais profundas e que necessitarão de depuração lenta e sofrida nos animais dos quais já nos alimentamos.(4)






Notas

1- Em 2004 muitos animais se salvaram do Tsunami, enquanto outros morreram, quando chega a hora da partida é necessário pensar que deus não comete erros- a não ser a olhos puramente humanos- mas que tudo se encadeia no Planeta do modo certo e na hora correta.
2- Todas as nossas ações deixam marcar profundas em nosso perispírito, embora não consigamos nos recordar delas, essa marca fica conosco até que a lei de reação, ou carma, aconteça e resgatemos finalmente aquela má ação por uma boa ação.
3- Um exemplo simples: quem garante que em uma de suas outras vidas você não abatia animais para alimentação. Ou abatia nos templos para oferendas. Quantos animais você não vem devorando desde sua primeira encarnação? Normalmente não conseguimos pensar no mal que fizemos, só conseguimos focar no bem que hoje, tentamos realizar.
4- Quer dizer que quem nasce veg não tem crimes cometidos? Veg nenhum hoje em dia é perfeito_ embora alguns se achem-, do contrário não estaria mais nascendo em um mundo de expiação e prova, na certa o fato de ser Veg o auxiliará, porém os erros que cometeu serão cobrados enquanto seu perispírito não se depurar totalmente, nem enquanto todos os animais a quem gerou marcas no perispírito, igualmente não estiverem recuperados.


Simone Nardi


Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 










Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2018
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2018

terça-feira, 10 de julho de 2018

SEJA VEG










Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 










Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2018
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2018

segunda-feira, 9 de julho de 2018

LÁ NA CASA ESPRITA ...










Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 










Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2018
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2018

quarta-feira, 4 de julho de 2018

SOFRIMENTO ANIMAL E EVOLUÇÃO - Parte 1

Centros de Auxílio






Ao escrevermos o livro “Porque os animais sofrem”, sabíamos que muitas pessoas não encontrariam ali a resposta para suas questões. Até porque não nos foram dadas todas as respostas necessárias, mas o básico para nos fazer pensar. Pensando, cada um seria capaz de obter sua própria resposta.

No entanto, recebemos sempre questões referidas ao sofrimento animal e pessoas perguntando atônitas nas redes sociais: Mas, por que os animais sofrem?

A resposta, encontrada tanto no livro -bem melhor explicada do que conseguiremos fazer aqui- é a mais simples possível.
“Você é o culpado de todo sofrimento animal que não venha da Natureza em si.”

Natureza?

No LE podemos ver uma resposta bem clara que nos diz que os animais, muitas vezes, evoluem por força das coisas.










Essa “força das coisas” sim pode ser traduzida nos desastres naturais que matam muitos animais. Um raio que cai em uma floresta e a faz pegar fogo, devorando ninhos e animais, é um evento natural. Diferente de um cigarro lançado na palha, que vai incendiar a floresta e matar seus animais.

A Evolução necessita seguir seu caminho e em todos os reinos existem espíritos que guiam outros espíritos. Os espíritos da floresta sabem quando um animal necessita desencarnar e reencarnar em outro local para prosseguir em sua evolução. A Natureza não comete erros, pois a Natureza segue as Leis Divinas.

Se em determinado local, o aprendizado chegou ao fim, a Natureza vai se incumbir da tempestade, que vai atrair o raio que vai gerar o fogo. O vulcão vai se agitar e o desastre natural vai surgir. A Terra vai tremer, agitar o oceano e a Natureza vai se revitalizar do modo programado pelas Leis Divinas. (1)





Mas e aquele animal abandonado? Aquele animal que ficou com câncer? Ou aquele que mal teve chance de nascer?

O problema é que somos humanos demais e não aprendemos a nos enxergar como uma peça principal e, infelizmente, letal para o Planeta.

Vamos tentar desvelar o que somos.

Animal abandonado:

Foi, claro um ser humano que abandonou o animal.

Um ser humano que ao contrário de nosso querido leitor, ainda não aprendeu o amor Inter-Reinos, às vezes mal sabe amar os familiares. Mas, nós humanos temos o costume bárbaro de achar que quando descobrimos algo todos têm a obrigação de pensar como pensamos.

Se eu sou veg e descobri isso aos 25, pouco me importa o que me falavam antes dos 25, agora que eu sou veg todos devem ser ou “não prestam para mim”.

Eu odeio futebol, portanto, todos que gostam de futebol são alienados.

Eu odeio vermelho, azul, amarelo, não importa, se você não usar a MINHA cor, você não presta.

É o caso das pessoas que não são Vegs ainda, das que abandonam animais ainda, das que maltratam, a única diferença- goste ou não, aceite ou não - entre nós e elas ou entre Você e elas, é que você aprendeu um pouco mais rápido uma das lições. Porque não pense você que amar os animais é a lição final, porque não é.





Continua na semana que vem ....


Simone Nardi




Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 










Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2018
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2018

terça-feira, 3 de julho de 2018

MÃE: VEGAN BONITO?







Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 






Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2018
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2018