sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Espiritismo e pesquisa com animais

Macacos presos em pequenas redes de imobilização, eles serão usados em testes de laboratório


Em nossas andanças pela Web, nos deparamos com um assunto que até parecia ser interessante: "Espiritismo e pesquisa com animais."
Um site que se propunha a colocar a opinião de cada religião sobre esse assunto,o que seria bem instrutivo, a questão porém é que a opinião ali postada é completamente equivocada, carece de informações sobre a realidade dos animais de laboratório e o pior, não representa a opinião do Espiritismo e sim de um Espírita. Vamos ler a questão e novamente discorrer sobre o assunto para que as pessoas não saiam acreditando que o espiritismo compactua com a morte de animais dentro dos laboratórios.


  Extraído do site :Tubo de ensaio Ciência e Religião. Marcio Campos

[...] trago a posição do Espiritismo sobre o uso de animais em pesquisas. Quem respondeu ao meu pedido de informações foi a Maria Helena Marcon, da equipe do programa radiofônico Momento Espírita. Como a resposta dela foi breve, publico na íntegra:
Macaco dentro de gaiola




1. Os animais são seres vivos em evolução. Foram criados para servir ao homem, mas merecem todo o respeito e cuidados, pois devemos respeito à vida em geral e à natureza.
2. Em não havendo outra forma que permita à ciência trabalhar seus experimentos, entendemos como válida a condição de cobaia para os animais, do mesmo modo que, em determinadas situações, o próprio homem se faz cobaia de experimentos em benefício da humanidade, especialmente nas áreas farmacêutica e médica.
3. Contudo, impor-lhes sofrimentos desnecessários ou por simples capricho ou crueldade configura transgressão à Lei Divina, que os coloca sob os cuidados do homem.


Espiritismo e pesquisa com animais

Resposta 

 

A Gênese – Allan Kardec - “Todas as almas têm a mesma origem e são
destinadas ao mesmo fim. A todos o Supremo Senhor proporciona os
mesmos meios de progresso, a mesma luz, o mesmo amor.”

 

1- Vemos que logo no início da resposta já está explicito o especismo da autora, ou seja, alegar que os animais foram criados para nos servir. Essa não é a posição do Espiritismo, mas a posição de um espírita em particular e colocaremos o porque. Nenhum ser foi criado para servir aos abusos do Outro, nenhum ser na verdade foi criado por Deus para a servidão, mas sim fomos todos criados , humanos e animais, para a Evolução. É um especismo místico alegar que este ou aquele ser foi criado para servir, o que contraria o Livro dos Espíritos que nos coloca que todos os seres se encontram em evolução, cada qual num estágio diferente, o que não significa que aquele que esteja em estágio inferior - e essa inferioridade é apenas evolutiva tanto para o corpo material quanto para o espiritual - exista para servir nem como alimento, cobaia, vestimenta, diversão ou qualquer forma que impeça sua evolução natural.A palavra respeito significa "não impedir a evolução",  não maltratar ou subordinar qualquer ser vivo a qualquer tipo de servidão que não lhe seja natural ( alcateias, bandos já possuem suas próprias regras de bem servir e de bem conviver).

Cão de Pavlov, que passava fome para que fossem observadas suas reações
Por quê?

Simplesmente porque o Espiritismo deve se basear em 3 alicerces: Filosofia. Ciência. Religião.

Quem se baseia somente na Religião acaba alienando-se e acreditando que o ser humano é mesmo um ser  a parte na criação, que é a imagem Divina e que Deus, por pura maldade, criou todos os demais seres apenas para alegrar seus diletos: a humanidade. 

Porém, quando os olhos do verdadeiro espírita se volta para as duas outras vertentes (Filosofia e ciência) ele vai começar  questionar se Deus faria mesmo seres vivos apenas para servir. Se tais seres possuiriam alma em seus corpos selvagens, se poderiam evoluir e tais questões filosóficas o levaria a descobrir que sim, e ainda o levaria mais além. Tendo esses seres uma alma, caminhando eles também para a evolução, tendo então esse lado espiritual semelhante aos humanos, não teriam também em sua forma material, semelhanças com os humanos? Não seriam seres sencientes como todos nós, claro que com diferenças devido a determinados estágios evolutivos?

Ratinho dentro de Becker de laboratório
E a ciência iria lhe mostrar que sim, que os animais sentem, pensam e agem muitas vezes como nós humanos agimos. a partir desse pensamento,deixaríamos de nos acreditar "seres a parte" na criação, e passaríamos a nos integrar ao Universo Divino.

Ao menos alguns.

Procedimento invasivo em rato branco
Como respeitar então um animal a partir do momento que lhe tiramos a liberdade?(vide imagem ao lado).

Que lhe induzimos doenças?

Que testamos inúmeras drogas em seu organismo apenas para avaliar suas reações, reações essas que não serão iguais nos humanos.Como respeitar um animal se ao fim de tudo nós o matamos como se ele não possuísse alma, vida nem senciência?

Por que alguns espíritas apoiam as pesquisas em animais?


Porque  em primeiro lugar são especistas e depois porque nunca pararam para pensar nos animais.

Charles R. Magel tem uma frase que já usamos , mas que iremos repetir aqui.


 “Pergunte aos vivisseccionistas por que eles experimentam em animais e eles responderão: ‘Porque os animais são como nós’. Pergunte aos vivisseccionistas por que é moralmente ético experimentar em animais e eles responderão: ‘Porque animais não são como nós’. A experimentação animal apoia-se em uma contradição de lógica.” 


Olhar do filhote de macaco preso em gaiola
Os espíritas que apoiam as pesquisas igualmente se apoiam numa contradição lógica, por um lado dizem que os animais são nossos irmãos e possuem alma, por outro dizem que nasceram para nos servir.

 O verdadeiro espiritismo não pode compactuar com essa indisposição ética e moral nem no campo das pesquisas e nem no campo da alimentação.


2- Na segunda colocação tornamos a notar que não é a Palavra do Espiritismo que é colocada a frente e sim uma opinião pessoal, já que por Cobaia, entende-se perfeitamente a servidão involuntária que por si só já decreta a tortura ( jaulas, medicamentos invasivos, ingestão de substâncias,  indução de doenças e todo tipo de testes que são realizados em animais sencientes) para posterior descarte (morte). O fato do ser humano ser colocado como cobaia, significa apenas que os medicamentos testados em animais podem não ter efeitos secundários nos animais, mas que pode, como já ocorreu várias vezes,provocar efeitos secundários em seres humanos, o que faz com que determinados medicamentos sejam rapidamente retirados do mercado.E aliás, os seres humanos que se submetem a ser cobaias recebem por isso e não são descartados como lixo ao final dos testes. 

A ciência só descortinará outros meios de gerar o bem, se a obrigarmos a deter o mal que realizam com os animais, meios há, falta muitas vezes vontade política e econômica. Reiteramos que mesmo nesse artigo a opinião não é a do Espiritismo, mas é uma busca pelo estudo e a colocação do que realmente ocorre para que saibamos a verdade, ao invés de conjecturarmos sobre nossas opiniões pessoais, lembrando sempre o que o Espiritismo nos diz:"Fora da caridade não há salvação".

Que caridade temos para com os animais quando alegamos que eles foram criados por Deus para a servidão? Quando abusamos de seus corpos e impedimos seu avanço evolutivo?

Sapo e rato dissecados


3- O que seriam então "sofrimentos desnecessários"? 


“Muitas empresas menores usam essa prática. É uma prática cruel porque você coloca produtos químicos no olho do coelho albino, que tem uma córnea mais fina, e fica observando a ulceração. Ou então você faz um teste de toxidade examinando quantos ratinhos morrem” Odete Miranda,membro da comissão antiviviseccionista e professora da Faculdade de Medicina do ABC.


Lembremos que os animais são usados como cobaias, na grande maioria das vezes, para curar nossos próprios excessos, ou seja, doenças que causamos com nossas extravagancia diária álcool, fumo, alimentação, etc. Nós os usamos para alimentação, roupas, cosméticos, beleza em geral.Independente de qualquer coisa, nós lhes impomos sofrimentos desde seu nascimento. As cobaias não conhecem a luz do dia, não conhecem a liberdade e suas vidas serão de testes , dor, sofrimento e morte. Isso é fato.

Em qual desses delitos nós, seres a parte em toda a criação para os quais, acreditamos, Deus fez inúmeros criados, não transgredimos suas Leis Divinas? Se eles são seres criados por Deus para evoluírem, se são nossos irmãos e se são seres sencientes, o que nos deu poder sobre eles a não ser nosso próprio egoísmo em alegar que são criados para servir. Aliás, onde se lê no LE que eles são seres criados para servidão?

Não se lê, porque não existe nada a respeito disso ali, nós teorizamos essa ideia e passamos a crer nisso como verdade esquecendo que Dominar os seres não significa Matar os seres, mas sermos Domini (Senhor), deuses para eles,essa não é uma permissão para que se usem os animais, mas um alerta para que ajamos como Domini para eles,assim como Deus o é para nós. estamos nesse estágio evolutivo para proteger sua criação, auxiliá-la em sua jornada evolutiva,nada comparado ao que realmente fazemos com estes irmãos, o ser humano é que omite as partes boas e finge que só compreende a parte ruim.

Somos todos, admitamos ou não, Fratricidas desses nossos companheiros de jornada.

Olhar de um macaco usado em experimentação, é possível compactuar com isso?


 

Encerrando...

Fizemos vários estudos sobre o LE e os animais baseados nesses 3 alicerces,por isso não nos alongaremos nessa resposta, pedimos apenas para que , aqueles que queiram realmente estudar o assunto, acessem a página de estudos do Blog, e não deem suas opiniões pessoais em nome do Espiritismo .

Simone Nardi


Para ler mais(imagens de pesquisas)

Espiritismo e pesquisas com animais 2

Fonte da questão mencionada no início:

Tubo de ensaio Ciência e Religião. Marcio Campos



E se fosse ao contrário, usaríamos do mesmo artifício? de que fomos feitos para servir???


Inversão rato cientista, humano cobaia
 Colocamos algumas imagens de animais usados em experimentação mais para que notemos seus olhares e pensemos na verdadeira proposta do Espiritismo que é a de amar e proteger, não  a de de servidão e matança como alguns espíritas tendem defender.

Ou passamos a pensar na responsabilidade que temos por eles como irmãos ou seremos tão vazios quanto nossas palavras a Respeito de Amor e Caridade.

 

S.N

 

 Para saber mais

O Espiritismo e os Animais:Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor 1

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 2

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 3

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 4

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 5

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 6

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 7

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 8

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor-9

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 10

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 11

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 12

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 13

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 14

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- 15

 

 O espiritismo na contramão da vida???

Alckmin sanciona lei que proíbe o uso de animais em testes para cosméticos

 





Gostou deste artigo? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 




©Copyright Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2014
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2014

2 comentários:

  1. Pesquisas com animais deveriam ser banidas da face da terra, assim como pessoas que são a favor a elas.

    Ivone

    ResponderExcluir
  2. Olá Ivone
    Acreditamos que com a luta , dia a dia, dos defensores dos animais, as pesquisas serão eliminadas e as pessoas que são a favor descobrirão que estiveram erradas o tempo todo.
    Grande abraço
    Simone

    ResponderExcluir

Comente; Sugira; Critique; Trabalhamos a cada dia para melhorar o Blog Irmãos Animais - Consciência Humana