segunda-feira, 29 de abril de 2013

O Espiritismo e os Animais : Ciência ,Religião e Filosofia numa jornada de amor- pt9


O Espiritismo a Ciência e os Animais

Parte 9 



Enquanto os homens massacrarem os animais, eles se matarão uns aos outros. De fato, aquele que semeia a semente da morte e da dor não pode colher alegria e amor.
Pitágoras




A inteligência animal

605.a) Assim, além de suas próprias imperfeições, das quais o Espírito deve se despojar, o homem tem ainda que lutar contra a influência da matéria?
R. Sim, quanto mais é inferior mais os laços entre o Espírito e a matéria são unidos; não o vedes? O homem não tem duas almas; a alma é sempre única em cada ser. A alma do animal e a do homem são distintas uma da outra, de modo que a alma de um não pode animar o corpo criado para a outra. Mas, ainda que o homem não tenha alma animal que, por suas paixões, o nivele aos animais, tem o corpo que muitas vezes o rebaixa a eles, porque seu corpo é um ser dotado de vitalidade, que tem instintos, porém ininteligentes e limitados ao cuidado de sua conservação.


Vale a pena relermos esse pequeno trecho: “Quanto mais é inferior, mais os laços entre o Espírito e a matéria são unidos” . O que nós faz ainda, depois de tudo o que já sabemos sobre os animais, continuar a comer seus corpos? Nossa fraqueza que nos prende ainda mais a matéria. É a matéria grosseira a qual nós nos apegamos, que nos faz acreditar que necessitamos da carne para sobreviver, enquanto inúmeros espíritos se levantam para falar sobre o vegetarianismo. 


606. De onde os animais tiram o princípio inteligente que constitui a espécie particular de alma, da qual são dotados?
R. Do elemento inteligente universal.


E qual é esse elemento inteligente universal? Deus:  foi exatamente com essa questão que começamos esse artigo sobre a doutrina e os animais. Se evoluímos do anjo ao arcanjo, nos fica claro que a Centelha Divina nos anima ,a todos, não apenas nesse Planeta , mas em todo o Universo.


606a. A inteligência do homem e a dos animais vêm de um princípio único?
R.  Sem dúvida. Mas no homem ela recebeu uma elaboração que o eleva acima do animal.


Deus, esse princípio único não diferencia seus filhos, pois não contraria suas leis. Embora o Espírito tenha dito que o homem “recebeu uma elaboração”, devemos entender que recebemos porque trabalhamos por ela, para edificá-la para elaborá-la, não recebemos de graça, mas através do esforço de cada um durante nosso processo evolutivo pelos demais reinos.Não devemos pensar que os animais também não trabalham por sua evolução, por sua elaboração da inteligência, pois vemos a cada dia que realizam tarefas que antes julgávamos, puramente humanas, quando chegar a hora receberão também aquilo tudo pelo qual trabalharam, pois somos todos iguais para Deus.


669a. Assim, os sacrifícios de animais teriam precedido os sacrifícios humanos?
R. Sim. Não há dúvida.


No entanto, ainda não abandonamos muitos outros hábitos bárbaros em relação aos animais, embora tenhamos verdadeiro terror ao nos lembrarmos das barbáries cometidas na época dos sacrifícios humanos.Infelizmente alguns grupos religiosos ainda acreditam que sacrificar animais é um desejo Divino, mas de muitas outras formas os animais ainda são abatidos por mero prazer humano.


669b. Então, de acordo com essa explicação, os sacrifícios humanos não teriam sua origem num sentimento de crueldade?
R. Não, mas numa idéia errônea de ser agradável a Deus. Vede o que ocorreu com Abraão. Depois, os homens abusaram ao sacrificar seus inimigos. Porém, Deus nunca exigiu sacrifícios de animais nem de homens; Ele não pode ser honrado com a destruição inútil de sua própria criatura.


Aqui devemos estender esse “inútil”, por mais estranho que possa parecer ao amigo leitor, também a alimentação, pois que hoje a alimentação seja ela vegetariana ou vegana é possível e mais do que isso, mais saudável.Se alguns anos atrás desconhecíamos essa alimentação, tal como desconhecíamos o que acontecia aos animais antes e durante o abate, tais coisas não nos está mais oculta, a única coisa que não faz que a humanidade mude, é sua própria crença na falsa idéia de que necessita da carne para sobreviver.


Precisamos refletir mais, precisamos estudar mais e decidirmos o que desejamos de nosso futuro no momento de transição que se aproxima de nós.


Referência Bibliográficas


Alan Kardec – Livros dos Espíritos



Simone Nardi

Redação do blog Irmão  Animais- Consciência Humana






Gostou deste artigo?
Mande um recado pelo
FALE CONOSCO 
Nos Ajude a divulgar 
Twitter    




©Copyright Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2013 
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente; Sugira; Critique; Trabalhamos a cada dia para melhorar o Blog Irmãos Animais - Consciência Humana